Antitérmicos para crianças: quais são os principais e quando usar

  • por

Toda criança um dia terá febre – e todo pai e mãe ficará preocupado nesses momentos! Qual é a maneira correta de tratá-la? Quando chamar o médico?

A febre é uma das ocorrências mais comuns durante a infância e a vida adulta. Ela indica que o corpo está em ativo combate, em luta contra uma infecção, um vírus ou alguma outra doença. A temperatura mais alta dificulta a sobrevivência desses microrganismos, sendo uma excelente estratégia de defesa. Por outro lado ela pode geral mal-estar!

Toda vez que a febre acomete crianças, os pais ficam extremamente preocupados – e com certa razão. Afinal, apesar de comum, a febre pode gerar efeitos desagradáveis nos pequenos, como moleza, inquietação, sudorese e falta de apetite. Porém, na grande maioria das vezes não está relacionada com situações mais graves.

Seja leve ou mais severa, a febre demanda cuidados, atenção e acompanhamento constante.

DICAS PARA TRATAR A FEBRE EM CRIANÇAS

  • Combater a febre nem sempre requer o uso de medicamentos. Se a criança não estiver se sentindo incomodada por ela, o indicado é evitar medicação, optando-se por manter uma hidratação constante (especialmente nas crianças mais novas) e recomendando à criança descanso em um ambiente arejado, com um leve cobertor para proteção
    • Ou seja, não é necessário cobrir a criança com várias camadas de cobertor e nem mantê-la em um quarto fechado, sem corrente de ar!
  • Você conhece o seu filho/sua filha melhor do que ninguém! Se a criança tiver febre, porém ainda quiser brincar, estiver ativa, disposta, com boa coloração na pele e ainda tiver apetite, não há necessidade de uso de medicamentos. Tenha um pouco de paciência, hidrate-a bastante e tudo ficará bem!
  • Para crianças de colo, amamentação ou uso de fórmulas infantis são a maneira ideal de mantê-las bem hidratadas.
  • No caso de febre persistente, com comprometimento importante do estado geral, acompanhados de vômitos de repetição, manchas na pele, dificuldade para respirar, baixa aceitação de líquidos, sonolência importante ou sinais de desidratação, deve-se procurar um pediatra. O médico avaliará a criança na busca de um possível diagnóstico e possivelmente irá indicar uma das três opções de medicamentos antitérmicos mais populares para amenizar os sintomas da febre: dipironaparacetamol e ibuprofeno. Falaremos sobre eles a seguir.

 

QUAL A TEMPERATURA DO CORPO NORMAL PARA CRIANÇAS E ADULTOS?

A temperatura do corpo varia de pessoa para pessoa, ao longo do dia (costuma ser menor de manhã e um pouquinho maior no final da tarde) e varia, também, de acordo com a faixa etária. Mas, no geral, pode-se considerar temperaturas corporais acima dos 37,8ºC como sendo febre.

 

OS PRINCIPAIS MEDICAMENTOS ANTITÉRMICOS

Dipirona

dipirona é um analgésico, antitérmico e anti-inflamatório. Ou seja, além de baixar a febre, ajuda ainda a diminuir a dor.

Após ser administrada, ela demora de 30 minutos a 1 hora para fazer efeito. As propriedades do medicamento duram por cerca de 4 horas. É importante lembrar que, após utilizar a medicação, a febre pode aumentar por 30 min para, depois disso, começar a ceder.

A dose e administração da medicação deve seguir a orientação do pediatra

Alertas [Bula – Novalgina ® ]

      • Contraindicado para <3 meses ou peso <5Kg;
      • Gravidez: não utilizar durante os primeiros e últimos 3 meses de gestação; a liberação para o 2º trimestre só deve ocorrer após cuidadosa avaliação do potencial risco/benefício pelo médico.
      • A dipirona é excretada no leite materno. A amamentação deve ser evitada durante e por até 48 horas após a administração de dipirona.

Paracetamol

paracetamol também é um antitérmico e analgésico. Seu efeito tem início um pouco mais rápido do que a dipirona (de 15 a 30 minutos após a administração oral) e tem duração de 4h a 6h.

Alertas

Um alerta importante: jamais exceda o limite máximo diário de paracetamol. Estudos apontam que ele pode causar danos ao fígado quando usado em excesso.

A dose e administração da medicação deve seguir a orientação do pediatra

Ibuprofeno

ibuprofeno é uma outra opção de medicamento antitérmico, analgésico e anti-inflamatório.

Assim como o paracetamol, ele começa a fazer efeito de 15 minutos a meia hora após a administração, com tempo de ação durando de 4h a 6h.

Alertas

      • CUIDADO COM A HIDRATAÇÃO! Não é recomendado o uso de ibuprofeno em pessoas que estão desidratadas ou que estejam em risco de ficar desidratadas (como quem está vomitando, tendo diarreia ou não ingerindo a quantidade ideal de líquidos).
      • PROBLEMAS GASTROINTESTINAIS: o uso do ibuprofeno também não é indicado em pessoas com história atual ou prévia de úlcera péptica, gastrites ou desconforto gástrico.
      • GRAVIDEZ: não é indicado o uso do medicamento durante a gravidez e na lactação.
      • MENORES DE 6 MESES: ainda há poucos dados e estudos sobre uso de ibuprofeno em crianças menores de 6 meses, por isso deve-se evitar o uso.

A dose e administração da medicação deve seguir a orientação do pediatra!

 

 


 

Fonte: PortalPed 

Post inserido neste site por: Codecanyon.net.br

Responsável: Webloja.cc

 

 

compartilhe: