Influenza pode provocar complicações graves em pessoas de qualquer idade, inclusive em pessoas sadias¹

Por: SANOFI PASTEUR

CRIANÇAS

60% dos óbitos pediátricos foram de crianças em alto risco de desenvolver complicações graves relacionadas à influenza (asma, doença cardíaca, transtornos neurológicos e outras condições subjacentes).²

IDOSOS

O risco de óbito decorrente de infecção por influenza é cerca de 4 vezes maior em pessoas de ≥65 anos em comparação a jovens adultos.³

PACIENTES DIABÉTICOS

Apresentam risco de até 25% mais mortes durante a internação hospitalar.⁴ᐧ⁵

 

PACIENTES COM DEPOC*

A influenza é responsável por mais de 35% de todas as exacerbações por DEPOC.⁶

 

PACIENTES COM DOENÇAS CARDIOVASCULARES

O vírus influenza está associada a um risco aumentado de 2 a 3 vezes de infarto do miocárdio em pacientes com doença cardíaca.⁷

POPULAÇÃO SAUDÁVEL

Até o final de 2018, 1 em cada 3 indivíduos que morrem por influenza não faz parte da população de risco.⁸

 

 

A VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE É A FORMA MAIS EFETIVA DE PREVENÇÃO ⁹

 

 


 

*DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA
Referência: (1) Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Key facts about influenza – [Internet] Disponível em: https://www.cdc.gov/flu/about/keyfacts.htm. Acessado em 22/11/19. (2) CDC report About 90 Percent of Children Who Died From Flu This Season Not Vaccinated. [Internet] Disponível em: http://www.cdc.gov/flu/spotlights/children-flu-deaths.htm. Acessado em 22/11/219. (3) Ministério da Saúde – Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS). [Internet] Disponível em:<http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sih/cnv/niuf.def>. Acessado em 22/11/2019. (4) Diepersloot RJ, et al. Inuenza infection and diabetes mellitus. Case for annual vaccination. Diabetes Care. 1990 Aug;13(8):876-82. (5) Sheridan PA, et al. The antibody response to inuenza vaccination is not impaired in type 2 diabetics. Vaccine. 2015 Jun 26;33(29):3306-13. (6) Zamboni M. Prophylatic vaccinations in chronic obstrutive pulmonary disease. Pulmão RJ – Atualizações Temáticas 2009;1(1):89-91. (7) Madjid M, et al. Influenza and cardiovascular disease: is there a causal relationship? Tex Heart Inst J. 2004;31(1):4-13. (8) Ministério da Saúde Brasil. Secretaria de Vigilância em Saúde. Informe Epidemiológico. Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 52 de 2018. [Internet] Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/fevereiro/01/Informe-Epidemiologico-Influenza-2018-SE-52.pdf. Acessado em 22/11/2019. (9) Fiore AE, Shay DK, Broder K, Iskander JK, Uyeki TM, Mootrey G, et al. Prevention and control of seasonal influenza with vaccines: recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP), 2009. MMWR Recomm Rep. 2009 Jul 31;58(RR-8):1-52. (10) Heikkinen T, Ruuskanen O, Waris M, Ziegler T, Arola M, Halonen P. Influenza vaccination in the prevention of acute otitis media in children. Am J Dis Child. 1991 Apr;145(4):445 8. (11) Fact sheet OMS Influenza Seasonal. [Internet] Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/influenza-(seasonal). Acessado em 22/11/2019. (12) Vamos EP, et al. Effectiveness of the inuenza vaccine in preventing admission to hospital and death in people with type 2 diabetes. CMAJ. 2016 Oct 4;188(14):E342-E351. (13) Sanei F, et al. Inuenza vaccination for patients with chronic obstructive pulmonary disease: understanding immunogenicity, efcacy and effectiveness. Ther Adv Respir Dis. 2016 Aug;10(4):349-67. (14) Centers for Disease Control and Prevention. Key Facts About Seasonal Flu Vaccine. [Internet] Disponível em: https://www.cdc.gov/flu/prevent/keyfacts.htm. Acessado em: 22/11/2019. (15) Mansur Ade P, et al. Vaccination against the inuenza virus and mortality due to cardiovascular diseases in the city of Sao Paulo. Arq Bras Cardiol. 2009 Oct;93(4):395-9, 387-91. (16) Workplace vaccination against influenza in Malaysia: does the employer benefit? J Occup Health. 2006 Jan;48(1):1-10


Autor: SANOFI PASTEUR

*publicação inserida neste site por CodecanyonNetBR

compartilhe: