Amamentação e coronavírus

  • por

A Sociedade Brasileira de Pediatria emitiu seu posicionamento sobre a amamentação em mães com suspeita e infectadas com coronavírus

Como fica a amamentação quando a mãe está com suspeita ou infectada com o coronavírus? O Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) se manifestou sobre esta questão.

A SBP emitiu uma nota na qual manifestou sua opinião sobre a amamentação quando a mãe está com suspeita ou já está infectada com o coronavírus. Na nota, a SBP informou que é favorável a manutenção da amamentação em casos de suspeitas ou de mães já infectadas pelo coronavírus.

Em um trecho da nota, sociedade diz o seguinte: “SBP, até o momento, é favorável à manutenção da amamentação em mães portadoras do COVID-19 (se for o desejo das mesmas). As principais publicações nesse tema, até então indicam que, como em várias outras viroses, os benefícios da amamentação superam os riscos de transmissão do COVID-19”.

Na nota, eles ainda citam orientações do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) dos Estados Unidos e do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists (RCOG), de Londres, Inglaterra. Estas duas grandes referências na área de saúde mundial concluíram que caso a mãe queira manter o Aleitamento Materno, ela deve ser esclarecida e estar de acordo com medidas preventivas necessárias como:

– Lavar as mãos antes de tocar no bebê na hora da mamada;

– Usar máscara facial durante a amamentação.

Retirar o leite materno e pedir para outra pessoa oferecê-lo para a criança em um copinho também pode ser uma alternativa.

A nota da SBP, ainda cita Arthur I. Eidelman, médico e editor chefe da Breastfeeding Medicine que contribui com esta linha da manutenção da amamentação afirmando o seguinte: “Dada à realidade de que as mães infectadas pelo coronavírus provavelmente já colonizaram seus bebês, a amamentação continuada tem o potencial de transmitir anticorpos maternos protetores ao bebê através do leite materno. Portanto, a amamentação deve continuar com a mãe praticando cuidadosamente a lavagem das mãos e o uso de uma máscara durante a amamentação, para minimizar a exposição viral adicional ao bebê”.

 

Fonte consultada:
Sociedade Brasileira de Pediatria – O Aleitamento Materno nos Tempos de COVID-19!

 


 

bebemamaepor 

*direitos reservados | proibido o uso e a reprodução parcial ou total sem autorização.
*post inserido neste site por CodecanyonNetBr

 

 

compartilhe: